Sobrou até para presidenc

Sobre “perseguição” do PT à Marina, Padilha destaca inconsistência da ex-ministra

Candidato ao governo pelo PT se irritou com réplica de Benko e afirmou ter 10 anos de atuação com o governo federal.

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Engana-se quem pensava que os presidenciáveis não seriam citados no último debate entre os candidatos ao governo de São Paulo, realizado pela Rede Globo. Marina Silva, candidato ao Planalto pelo PSB, foi lembrada pelo seu aliado Laércio Benko, do PHS. 

Indagado sobre a perseguição de PT à Marina, Alexandre Padilha (PT) destacou a inconsistência da ex-ministra. “Ninguém precisa falar nenhuma mentira, ela mesma fala por si só. Aliás, cada dia ela fala uma coisa. Um dia diz, no outro muda de opinião. Por isso eu defendo a presidenta Dilma”, criticou.

Na réplica, Laércio ironizou o fato do ex-ministro dizer que o PT nunca mudou de lado. “Mudou sim, muitos hoje estão do lado de dentro das grades das penitenciárias”, provocou o candidato do PHS. 

Aprenda a investir na bolsa

Em resposta à alfinetada, o ex-ministro da Saúde esbravejou: “Candidato, o senhor me respeite. Tenho 10 anos de atuação com o governo federal”.