Sistema financeiro dos países ricos está “apodrecido”, afirma presidente Lula

Também são feitas duras críticas à demora de posicionamento dos governos dos países da União Europeia ante a crise fiscal

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez duras críticas nesta sexta-feira (18) aos governos dos países ricos. Durante a inauguração de uma siderúrgica no Rio de Janeiro, o presidente disse que o sistema financeiro destas economias está “apodrecido”, enquanto comentava a demora da União Europeia para solucionar a crise fiscal na Zona do Euro.

“Se a Europa inteira tivesse resolvido logo o problema da Grécia, isso não teria chegado à Espanha, Itália e a Portugal”, destacou. “E também teríamos descoberto logo que o sistema financeiro está um pouco apodrecido no chamado grupo rico”, completou Lula.

O presidente também voltou a criticar que os países ricos, ao contrário do Brasil, China e Índia, não injetaram dinheiro no FMI (Fundo Monetário Internacional), como previam as resoluções da última reunião do G-20. Cabe lembrar que, a fim de aliviar a pressão fiscal nos países europeus, a União Europeia e o FMI assinaram um pacote de US$ 1 trilhão em maio.

Aprenda a investir na bolsa

Por aqui, Lula desvia das críticas
Após ter criticado a postura dos governos externos, o presidente Lula foi indagado sobre a sanção do aumento de 7,7% para os aposentados efetuado nesta semana, o que, segundo muitos economistas, aumentará o rombo na previdência do País.

Sobre esse assunto, Lula apenas disse que sancionou o aumento porque os ministros da Fazenda e do Planejamento, Guido Mantega e Paulo Bernardo, se comprometeram a fazer cortes no orçamento dos ministérios.