Sílvio Pereira é intimado novamente e terá de prestar mais um depoimento

Além de depor na CPI dos Bingos, o senador terá de prestar esclarecimentos agora para a Procuradoria da República

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Além de ter de prestar depoimento à CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Bingos na próxima quarta-feira, 10 de maio, o ex-secretário geral do PT Sílvio Pereira foi intimado pela Procuradoria da República do Distrito Federal a prestar esclarecimentos na quinta-feira desta semana.

Como na CPI dos Bingos, Pereira terá de explicar pontos de uma entrevista publicada pelo jornal “O Globo” neste último final de semana. Neste caso específico, sobre supostas irregularidades encontradas em contratos firmados entre a agência de publicidade SMP&B, de Marcos Valério, e os Correios.

Se não comparecer, será levado à força

Tendo em vista que Sílvio Pereira já foi chamado para depor pela CPI duas vezes, mas não compareceu em nenhuma delas, o Ministério Público garante que se o senador não comparecer será levado à força.

Aprenda a investir na bolsa

Em linha com essa posição, membros da CPI dos Bingos ameaçam pedir a prisão do político caso não acate a intimação e não compareça ao depoimento.

Entenda o caso

Segundo as declarações de Silvio publicadas pelo jornal “O Globo”, o objetivo do empresário Marcos Valério de Souza era arrecadar R$ 1 bilhão com empresas com pendências na atuação do governo.

Dentre elas, o Banco Econômico, Opportunity e Banco Mercantil de Pernambuco, além de operações de passivos na área agropecuária. Segundo a reportagem, as operações não teriam dado certo e por isso Valério teria passado as dívidas a cobrar.

Para o senador Efraim Moraes (PFL-PB), presidente da CPI dos Bingos, as declarações de Sílvio Pereira confirmam tudo aquilo que já se sabia, mas são ainda mais importantes por partirem de alguém que fosse da intimidade do Palácio do Planalto, da intimidade do PT.