AO VIVO Renda extra imobiliária: Como montar uma carteira vencedora de FIIs; assista

Renda extra imobiliária: Como montar uma carteira vencedora de FIIs; assista

Serra diz que apagão não está superado e eleva o tom das críticas ao governo

O governador de São Paulo exigiu explicações do Planalto para vulnerabilidade do setor elétrico e criticou falta de investimento

SÃO PAULO – O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), elevou o tom das críticas ao Planalto após a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, e o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmarem que o apagão que atingiu 18 estados na noite da terça-feira (10) é um problema superado.

Serra exigiu mais explicações e afirmou que não é possível resolver o problema por decreto. “Evidente que o problema não está encerrado”, afirmou o governador. Ele também criticou a explicação dos ministros, que afirmaram que o apagão teria acontecido devido a condições meteorológicas, como raios e chuvas.

“Pra começar, não se sabe direito o que aconteceu. Se foi realmente uma ventania e um raio, a explicação denota situação gravíssima porque basta uma ventania ou raio para paralisar todas as turbinas de Itaipu e o abastecimento de energia em 18 estados”, afirmou ao jornal Folha de S.Paulo.

PUBLICIDADE

O governador aproveitou para criticar também o pronunciamento do Planalto sobre investimentos no setor elétrico. “Evidentemente falta investimento e qualidade na manutenção, se não, não teria ocorrido”.

Eleições 2010

As críticas fazem parte de uma ofensiva da oposição, que tenta atribuir a culpa pelo blecaute a Dilma Rousseff, que ocupou o cargo de ministra de Minas e Energia antes de assumir o atual posto.

Tanto Dilma quanto Serra são pré-candidatos à Presidência, e a troca de farpas pode ser uma antecipação do tom do discurso para as eleições presidenciais do ano que vem.