STOCK PICKERS Pedro Chermont e Hulisses Dias falam sobre as lições de Warren Buffett que podemos aplicar nesta crise; assista

Pedro Chermont e Hulisses Dias falam sobre as lições de Warren Buffett que podemos aplicar nesta crise; assista

Lava Jato

Sentindo-se abandonado por Lula, Delcídio chama posição do PT sobre ele de “covardia atroz”

Na semana passada, Rui Falcão afirmou que em nota que estava perplexo” com os fatos que levaram à prisão do senador e disse que o PT não se julga obrigado a qualquer gesto de solidariedade

SÃO PAULO – Segundo informações do jornal O Globo, o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) sentindo-se abandonado, principalmente pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pelo PT, chamou de “covardia atroz” a nota divulgada por Rui Falcão, presidente do partido, de acordo com pessoas próximas a ele. 

Na semana passada, Rui Falcão afirmou que em nota que estava perplexo” com os fatos que levaram à prisão do senador Delcídio e, segundo ele, as ações do senador não têm relação com o partido. Rui disse que “nenhuma das tratativas atribuídas ao senador têm qualquer relação com sua atividade partidária, seja como parlamentar ou como simples filiado”. “O PT não se julga obrigado a qualquer gesto de solidariedade”, acrescentou.

Quem visitou o senador na Polícia Federal, em Brasília, onde ele está preso, afirmou que o senador está “muito aborrecido” com Lula em meio as relatos de que o ex-presidente considerou “coisa de imbecil” e “grande burrada” suas movimentações para tentar obstruir as investigações da Lava-Jato. Já o Instituto Lula nega que o ex-presidente tenha feito tais comentários.

PUBLICIDADE

Um interlocutor de Delcídio negou, porém, que o ex-líder do governo esteja negociando uma delação premiada. No último final de semana, foi destacado que a esposa do senador, Maika, estaria a favor de uma delação. 

Além disso, outro motivo de ressentimento é o fato de que os  únicos senadores que telefonaram para a mulher de Delcídio prestando solidariedade foram o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o ex-senador José Sarney (PMDB-MA).

Vale destacar que, segundo informações de diversos jornais, na semana passada, o senador teria se “descontrolado completamente” ao ser informado que o ex-presidente o havia criticado. A declaração de Lula foi mostrada a Delcídio durante o depoimento que ele prestou à Polícia Federal (PF) em Brasília. 

É hora ou não é de comprar ações da Petrobras? Veja essa análise especial antes de decidir: