No Senado

Senadores convidam ministros de Temer para esclarecer prioridades e temas polêmicos

A expectativa é que durante as audiências públicas, ainda sem datas definidas, os ministros possam esclarecer algumas polêmicas criadas ao longo da semana passada

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou hoje (18) convites para que os novos ministros Alexandre de Moraes (Justiça) e Fabiano Silveira  (Fiscalização e Transparência) falem sobre prioridades para as pastas no governo interino do peemedebista Michel Temer.

Mais cedo, a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) havia aprovado convite para também ouvir o ministro Ricardo Barros (Saúde).  A expectativa é que durante as audiências públicas, ainda sem datas definidas, os ministros possam esclarecer algumas polêmicas criadas ao longo da semana passada. 

Na última segunda-feira (16), Moraes sinalizou que um futuro procurador-geral da República poderia ser escolhido fora da tradicional lista tríplice montada pela Associação Nacional de procuradores.

Aprenda a investir na bolsa

Fabiano Silveira afirmou que acordos de leniência com empreiteiras envolvidas na Operação Lava Jato serão suspensos até que uma nova legislação sobre o tema seja aprovada. Já Ricardo Barros informou que o tamanho do Sistema Único de Saúde (SUS) poderia ser revisto. As três declarações foram alvo de muitas críticas.