Senado pede providências à CVM sobre vazamento de informação da Petrobras

Informação sobre descoberta de petróleo no Sergipe pela Petrobras pode ter vazado um dia antes do anúncio da ANP

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Foi aprovado nesta terça-feira pela Comissão de Assuntos Econômicos do Senado um requerimento endereçado ao ministro da Fazenda, Antônio Palocci, no sentido de obter maiores informações do governo sobre um suposto vazamento de informações acerca da descoberta de petróleo pela Petrobras em Sergipe na última semana.
Senado suspeita de vazamento de informações

A Agêngia Nacional do Petróleo (ANP) divulgou na última semana que a Petrobras havia encontrado uma bacia petrolífera no estado do Sergipe, com reservas estimadas de 1,9 bilhão de barris, um patamar extremamente significativo para a empresa.
A notícia fez que com as ações da Petrobras fechassem o pregão do dia 11 de março em forte alta, liderando os ganhos da bolsa paulista. A suspeita do Senado é de que a informação vazou um dia antes do anúncio oficial da ANP, beneficiando especuladores.
Documento pede providências por parte da CVM

O requerimento encaminhado ao Ministério da Fazenda foi apresentado pelo senador Antônio Carlos Valadares, do PSB do Sergipe, com o objetivo de obter da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), entidade que regulamenta o mercado acionário, explicações sobre as providências tomadas para investigar o caso.
Informações sobre o volume de negócios da empresa no período compreendido entre cinco dias ex ante e ex post ao ocorrido também são pedidas no relatório apresentado pelo senador.
Papéis da Petrobras operam em alta

As ações preferenciais da Petrobras (PETR4) operam em alta de 2,28% nesta terça-feira, cotadas a R$ 46,95. No ano, os papéis acumulam valorização de 1,19%, enquanto o Ibovespa registra queda acumulada de 1,34% no mesmo período.