DataPoder360

Sem Lula, Bolsonaro vence em todos os cenários de 2º turno, mostra pesquisa; taxa de “não voto” é de 42%

Nas simulações de primeiro turno, o deputado aparece na dianteira, enquanto 5 candidatos estão embolados em segundo lugar, com leve vantagem para Ciro Gomes

SÃO PAULO – A pesquisa DataPoder360, publicada hoje pelo site Poder360, mostrou que o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) segue na dianteira nas pesquisas de intenção de voto em cenários sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, apesar de registrar variação negativa na comparação com o último levantamento, de maio. Enquanto isso, 5 candidatos aparecem embolados em segundo lugar, com leve vantagem para o pré-candidato do PDT, Ciro Gomes. 

Leia mais: 

Intervencionista e conservador: o perfil ideal do novo presidente, segundo os brasileiros

O levantamento foi realizado de 25 a 29 de junho de 2018 com 5.500 eleitores em 229 cidades em todas as regiões do país. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O número de registro desta pesquisa na Justiça Eleitoral é BR-05297/2018.

PUBLICIDADE

Nas simulações de primeiro turno apenas com os 6 candidatos mais competitivos, que têm 5% ou mais de intenção de voto nos últimos meses, Bolsonaro tem 21%, ante 25% em maio. Já Ciro conta com 13% dos votos, ante 12% da pesquisa anterior. O pré-candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, oscilou positivamente, passando de 6% das intenções de voto em maio para 7% no mês seguinte. O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, cotado para ser o candidato do PT no lugar de Lula, tem 6% ante 8% em maio. Álvaro Dias (PODE-PR), oscilou negativamente de 6% em maio para 5% em junho. 

Nas simulações de primeiro turno com nomes de 15 pré-candidatos a presidente, os números são os seguintes: Bolsonaro tem 18% ante 21% em maio, Ciro aparece com 12% ante 11%, Marina se manteve em 7%, Alckmin oscilou de 6% para 7%, enquanto Haddad passou de 5% para 6% e Dias conta com 4% das intenções de voto em junho, ante 5% em maio. Manuela D’Ávila (PCdoB) se manteve com 2%, enquanto Fernando Collor (PTC), Henrique Meirelles (MDB), Rodrigo Maia (DEM) e Flávio Rocha (PRB) seguiram com 1%. Guilherme Afif (PSD), Guilherme Boulos (PSOL), João Amoêdo (NOVO) e Paulo Rabello de Castro (PSC) não pontuaram. 

No segundo turno, Bolsonaro venceria as quatro simulações feitas pelo instituto acima da margem de erro. Contra Ciro, o deputado conta com 36% das intenções de voto ante 26% do pré-candidato do PDT. Contra Marina, ele conta com os mesmos 36% ante 31% da ex-senadora. No embate com Alckmin, Bolsonaro tem 35% das intenções de voto ante 25% do tucano e, na disputa com Haddad, ele conta com 36% ante 23% do petista. 

Vale destacar também que o maior percentual da pesquisa é a taxa de “não voto”, de 40% a 42%, a depender do cenário testado, que dizem que votarão em branco ou nulo ou que estão indecisos ou não respondem.

A pesquisa também aponta que, se Lula puder concorrer a presidente, 24% dizem que votariam nele com certeza, enquanto outros 11% afirmam que poderiam votar, levando o potencial de voto a 35%. Por outro lado, 62% dos eleitores declaram que não votariam nele de jeito nenhum.

Quer saber mais sobre o cenário político e como se aproveitar dele? Conheça o Mapa Político

PUBLICIDADE