Recursos contidos

Sem dinheiro para custear ida de manifestantes a Brasília, CUT sugere ao PT usar “vaquinha” de Dilma

Dilma falará na próxima segunda-feira (29) no Senado como ré no processo de impeachment contra ela.

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – De acordo com informações da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, CUT (Central Única dos Trabalhadores) e movimentos sociais disseram à direção do PT que será difícil levar os militantes para acompanhar da Esplanada a fala da presidente afastada, Dilma Rousseff. Dilma falará na próxima segunda-feira (29) no Senado como ré no processo de impeachment contra ela. 

O motivo: a falta de recursos para tanto. O jornal afirma que os movimentos sugeriram que, além da “vaquinha” entre os senadores, Dilma use o que sobrou do crowdfunding para pagar as viagens de Dilma de forma a levar os manifestantes para Brasília. A “vaquinha virtual”, que tinha a meta de R$ 500 mil para custear as viagens da petista, arrecadou mais de R$ 790 mil. 

De acordo com os movimentos, depois do dia 29, Dilma não terá mais motivos para rodar o País. Até agora, há atos confirmados só Brasília, Natal, SP, RJ e Porto Alegre.

Aprenda a investir na bolsa