Durante casamento

Secretário de SP teve 2 celulares roubados em mesa durante casamento que reuniu políticos

Segundo a coluna Painel, do jornal “Folha de S.Paulo”, Uip deixou a mesa em que estava para cumprimentar amigos e, quando voltou, não encontrou mais os aparelhos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O badalado casamento do cardiologista Roberto Kalil Filho com a endocrinologista Claudia Cozer, no último sábado à noite, não foi só notório por contar com a presença de vários políticos e ter até panelaço contra a presidente Dilma Rousseff do lado de fora, mas também por uma situação curiosa.

Na noite de terça-feira (12), o secretário da Saúde do Estado de São Paulo, David Uip, afirmou que teve dois celulares furtados durante o casamento do cardiologista. “Eu que bobeei”, afirmou. “Deixei os celulares na mesa reservada aos padrinhos”. Uip era um dos padrinho de Kalil Filho. 

Segundo a coluna Painel, do jornal “Folha de S.Paulo”, Uip deixou a mesa em que estava para cumprimentar amigos e, quando voltou, não encontrou mais os aparelhos. E, de acordo com a nota do jornal, o furto teria virado piada entre integrantes do governo de São Paulo.

Aprenda a investir na bolsa

Luiz Inácio Lula da Silva, José Serra, Geraldo Alckmin, Fernando Haddad, Eduardo Cunha, Renan Calheiros e Alexandre de Moraes também foram ao casamento. A festa contou com a presença de 400 pessoas e teve Dilma como um dos destaques. A fila para tirar selfies com a presidente era grande.