Opinião do "rival"

Se fosse por concurso público, Serra seria o presidente da República, diz Pezão

Em evento realizado em São Paulo, peemedebista defendeu o senador tucano

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Em evento realizado em São Paulo, o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), disse hoje que, se fosse por concurso público, o senador José Serra (PSDB-SP) seria presidente da República. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

O governador fluminense teceu elogios ao tucano, apesar de ser do PMDB, partido da base aliada de Dilma Rousseff. “Se fosse concurso público, ele (Serra) era primeiro em todos para presidente da República”, disse Pezão, argumentando que Serra nunca conseguiu explicar ao eleitorado fluminense que tirou os recursos do ICMS do Estado mas compensou com os royalties.

O governador falava sobre os royalties do petróleo quando comentou sobre Serra lembrando que, na Constituinte, o agora senador tucano retirou o ICMS que o Estado do Rio de Janeiro receberia pelo petróleo e teve como compensação os royalties. 

PUBLICIDADE

Pezão disse ainda, em ciclo de palestras promovido pela revista Exame, que é um “municipalista” convicto e reclamou da concentração de receitas, dizendo que 63% ficam com a União. “A gente vive muito do humor de Brasília. Se a gente ficar só com o mau humor de Brasília, a gente não toca nada.”