Sr. Apocalipse

Se Dilma não for irracional ou suicida política, o ajuste será feito, diz Roubini à Folha

Economista conhecido como Sr. Apocalipse destacou que está "mais otimista que o empresariado brasileiro" sobre o País

SÃO PAULO – Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo publicada nesta segunda-feira, o professor da Universidade de Nova York e economista Nouriel Roubini, conhecido como Senhor Apocalipse por ter sido um dos únicos a prever a bolha imobiliária de 2008, diz que está “mais otimista que o empresariado brasileiro” sobre o País.

“Se a presidente não for irracional ou suicida politicamente, e não acho que ela seja, o ajuste será feito”, destacou Roubini. 

E, se isso não acontecer,  “o real sofrerá queda livre e o Brasil vai perder o grau de investimento”.

PUBLICIDADE

Roubini ainda destacou como o Brasil deve crescer, ao afirmar que o País é uma economia grande. Desta forma, o consumo doméstico pode crescer e a queda do real pode diminuir o déficit externo. Porém, o Brasil tem que aumentar os investimentos públicos em infraestrutura e incentivar as parcerias público-privadas. “O potencial de crescimento do Brasil não é grande, mas 3% é aceitável”, afirmou.

Segundo ele, os investimentos em infraestrutura e as concessões de portos e aeroportos “vão na direção correta, mas de forma muito lenta”.

Ele ainda destacou que a desaceleração chinesa e a queda dos preços das matérias-primas afetaram o Brasil. Contudo, a atual fraqueza “se deve a quatro anos de políticas financeiras, monetárias e fiscais erradas”.