Schwarzenegger vai monitorar o preço da gasolina na Califórnia

Governador dirige comissão para fiscalizar o impacto da queda na produção de petróleo da BP nos preços de combustível no estado

SÃO PAULO – Após os problemas de produção de petróleo da BP (British Petroleum) no Alasca, o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, ordenou na última quarta-feira (9) a comissão de energia do estado para monitorar os preços da gasolina.

Segundo apurou a Reuters, o trabalho da Comissão de Energia da Califórnia visa determinar os impactos potenciais que este evento pode causar nos preços do combustível.

Schwarzenegger também teria pedido ao secretário de Energia dos EUA, Samuel Bodman, para ter a costa oeste norte-americana como prioridade de qualquer manobra de suprimento de petróleo da reserva estratégica dos EUA.

Efeito BP

Desde quando a BP anunciou a paralisação do seu oleoduto no Alasca, diminuindo 400 mil barris diários em sua produção, os preços da gasolina na Califórnia, no geral, têm sido mantidos em US$ 3,204 o galão (3,78 litros).

No ano passado, a região petrolífera do Alasca representou 20% da commodity refinada na Califórnia, e o oleoduto da BP produziu 10% deste total.