Após flagra

Sarney explica voto em Aécio: “foi em gratidão ao Tancredo”

"Pode até ter sido (de gratidão), mas também foi um voto de raiva que considera falta de apoio de Dilma Rousseff", informou coluna Radar, da Veja

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Após o senador José Sarney aparecer em vídeo da TV Amapá, afiliada da Rede Globo naquele estado, votando no segundo turno no candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, enquanto utilizava broche de Dilma Rousseff (PT), ele achou por bem justificar o voto: “foi em gratidão ao Tancredo”, informou coluna Radar, da Veja. 

O senador chegou à Presidência da República após morte de Tancredo, antes da posse. “Pode até ter sido (de gratidão), mas também foi um voto de raiva que considera falta de apoio de Dilma Rousseff”, apontou a publicação.

Na ocasião que foi divulgado o vídeo, pelo Brasil 247, a matéria já apontava que, provavelmente, pesou na decisão de Sarney a forte oposição do PT do Amapá e a falta de apoio da direção nacional do partido da presidente Dilma, já que o senador esperava conseguir apoio da direção nacional para impedir que o PT local colocasse a atual vice-governadora Dora Nascimento como candidata ao Senado. 

PUBLICIDADE

Vale mencionar, no entanto, que posteriormente à publicação do vídeo a assessoria de imprensa do senador negou o vídeo dizendo que era falso e fazia parte do “jogo sujo” que marcou a disputa eleitoral nas redes sociais.