São Paulo: cofres públicos receberão R$ 40 milhões do escândalo dos títulos

Letras Financeiras do Tesouro Municipal eram negociadas sem licitação e com deságio elevado; Pitta estava envolvido

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os cofres públicos municipais de São Paulo receberão de volta R$ 40 milhões, segundo estimativas da Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da Capital, do escândalo com Letras Financeiras do Tesouro Municipal.

A operação tem como objetivo devolver os valores que teriam sido desviados por meio de operações fictícias de compra e venda de títulos, papéis esses que foram adquiridos por valor abaixo daquele de mercado.

Entre 1994 e 1996 os títulos públicos estavam sendo negociados no mercado sem nenhuma licitação e com um deságio elevado, aumentando assim o retorno de quem comprasse esses ativos e revendesse posteriormente.

Investigação

Aprenda a investir na bolsa

O Ministério Público segue investigando quinze bancos de investimento, corretoras e distribuidoras de valores, além do ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta e o ex-coordenador da dívida pública Wagner Ramos.