Rússia: Medvedev anseia aliança com os EUA e a UE por comércio e investimento

Presidente russo vê necessidade de aliança para modernização e avalia que cooperação com os EUA cria agenda positiva nas relações

SÃO PAULO – O presidente russo, Dmitri Medvedev, clamou nesta segunda-feira (12) por uma aliança com os EUA e a EU (União Europeia) para estimular o comércio e o investimento, revelando uma postura política um tanto quanto antagônica à vista durante o governo de seu predecessor, Vladimir Putin.

“Nós precisamos de alianças especiais para a modernização (…) em primeiro lugar com a Alemanha, França, Itália, a União Europeia em geral, e com os Estados Unidos”, assinalou o presidente durante um discurso aos embaixadores da Rússia que é realizado em Moscou a cada dois anos.

Agenda positiva com os EUA
Medvedev no mês passado visitou o Vale do Silício para tentar aumentar a cooperação com Washington em tecnologia e inovação. “Minha visita aos Estados Unidos mostrou que a cooperação no domínio da inovação pode criar uma agenda positiva em nossas relações”, disse. “Nossa cooperação não pode ser limitada à redução de mísseis”.

PUBLICIDADE

O centro da política externa de Medvedev tem focado um “recomeço” nas relações com os Estados Unidos, que havia se deteriorado nos últimos anos, culminando com a assinatura de um tratado importante para o controle de armas nucleares em abril.