Roger Agnelli deverá assumir a Cemig após deixar a Vale, diz jornal

Executivo teria sido sondado pelo governo do estado de Minas Gerais e contaria com o apoio de Aécio Neves

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Roger Agnelli, que será conduzido para fora da presidência da Vale (VALE3, VALE5), deverá comandar a Cemig (CMIG4), informou o jornal Folha de São Paulo durante o final de semana.

Segundo a reportagem, o executivo foi sondado pelo governo de Minas Gerais, responsável pelo controle da companhia de energia, e teria sinalizado positivamente para assumir a companhia. Além disso, o senador Aécio Neves, ex-governador do estado, também estaria atuando nos bastidores para levar Agnelli à empresa.

Presidente da Cemig na Light
A contratação de Agnelli para assumir a Cemig também teria um peso político, já que o executivo foi destituído do cargo pelo governo federal, indica a Folha. Caso a operação se concretize, o atual presidente da Cemig, Djalma Morais, deverá ser deslocado para a Light (LIGT3).

PUBLICIDADE

A InfoMoney tentou contato com a assessoria de imprensa do governo do estado de Minas Gerais, mas até o momento não obteve resposta. A assessoria da empresa preferiu não se manifestar sobre o assunto.