Efeito dominó

Rodoanel já é afetado pelas investigações da Operação Lava Jato, diz jornal

Segundo a Folha, uma das investigadas na Operação, a Mendes Júnior, comunicou ter desistido de um lote do Rodoanel; já a Odebrecht (outra investigada), segunda colocada, reluta em assumir o projeto

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A Operação Lava Jato atinge grandes construtoras e, assim, junto com a crise econômica, algumas das principais obras do estado de S. Paulo estão ameaçadas, conforme ressalta o jornal Folha de S. Paulo.

De acordo com a coluna de Mônica Bérgamo, uma das investigadas na Operação, a Mendes Júnior, comunicou ter desistido de um lote do Rodoanel. Já a Odebrecht (outra investigada), segunda colocada, reluta em assumir o projeto. A Mendes Júnior estaria sem crédito na praça e sem receber da Petrobras (PETR3;PETR4).

Já a Acciona, responsável pelo lote 4 do Rodoanel, também pisou no freio, enquanto a OAS, que tem problemas de caixa e também é investigada pela Lava Jato, disse que segue na obra com os lotes 2 e 3, mas num ritmo bem lento. 

PUBLICIDADE

Enquanto isso, ressalta a coluna, o governo de S. Paulo tenta convencer a CCR (CCRO3) a assumir a linha 4 do metrô, praticamente paralisada pelo consórcio Isolux. Contudo, há resistência para tanto.