Política

Risco de impeachment de Dilma sofreu “retração”, diz presidente do PT

"Falta unidade interna no PMDB, falta unidade interna no PSDB e não há unidade entre ambos também", afirmou Rui Falcão

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Para o presidente nacional do PT, Rui Falcão, o risco de a presidente Dilma Rousseff sofrer um impeachment sofreu uma “retração”, segundo informações do jornal Folha de S. PauloDurante o seminário realizado pelo PT na capital paulista, Falcão ainda reduziu as chances de uma aliança entre PMDB e PSDB pelo afastamento da presidente petista.

“Falta unidade interna no PMDB, falta unidade interna no PSDB e não há unidade entre ambos também. Não que o PMDB não tenha interesse nisso, mas, sem um bloco de forças coerente com a ideia do afastamento da Dilma, isso não ocorrerá. Aparentemente há uma tática de mantê-la sob fogo cerrado para enfraquecê-la”, disse Falcão.

Além dele, o secretário de Organização do PT, Florisvaldo Souza também disse que essa é uma avaliação no partido. Falcão disse ainda duvidar que o vice-presidente Michel Temer queira ocupar a cadeira de Dilma.

PUBLICIDADE