Discussão

Resposta: Cunha ironiza Dilma e diz não saber que “Petrobras não era do governo”

Mais cedo, Dilma já havia se defendido de uma outra crítica ddo presidente da Câmara ao afirmar que o "governo não está envolvido em nenhum escândalo de corrupção"

SÃO PAULO – A discussão entre o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e a presidente Dilma Rousseff (PT) voltou a esquentar nesta terça-feira (20) após a petista afirmar que seu governo não estava envolvido em corrupção. O peemedebista rebatou a presidente e disse que “não sabia que a Petrobras não era do governo”.

A defesa de Dilma já havia sido por conta de outra declaração do presidente da Câmara, que recentemente disse lamentar “que seja com um governo brasileiro o maior escândalo de corrupção do mundo”.

Mais cedo, a presidente disse que não comentaria as falas de Cunha. “Eu não vou comentar as palavras do Presidente da Câmara. O meu governo não está envolvido em nenhum escândalo de corrupção. Não é o meu governo que está sendo acusado atualmente”, disse Dilma.

PUBLICIDADE