Republicanos voltam a barrar proposta de reforma financeira nos EUA

Um dia após a primeira tentativa, partido Democrata perde nova votação pelo mesmo placar: 57 votos a 41

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Repetindo a cena vista na véspera, o partido Republicano dos EUA voltou a impedir que a proposta de reforma do sistema financeiro seja discutida pelo Senado. O placar da derrota dos democratas foi o mesmo: 57 votos a 41.

São necessários 60 votos para que a proposta seja encaminhada ao Senado para aprovação – número que não foi alcançado novamente, já que além dos votos unânimes dos republicanos, alguns senadores democratas também votaram contra.

“Eu esperava que a votação dessa sessão permitiria com que o Senado pudesse finalmente deliberar sobre a proposta, mas a minoria decidiu que é melhor adiar mais um dia. Os republicanos ainda tem que mostrar sua proposta sobre o assunto”, afirmou o democrata Tim Johnson.

Aprenda a investir na bolsa

Leia também: 
EUA: o projeto de regulação do sistema financeiro poderá evitar uma nova crise?

Partido republicano barra reforma financeira em votação no Senado dos EUA

Geithner diz que falência do Lehman foi um desastre para os EUA e defende reforma

Obama afirma que vetará reforma que não inclua regras para derivativos

EUA precisa de regras financeiras mais rígidas para evitar nova crise, diz Obama

Bernanke afirma que Fed não tinha como evitar quebra do Lehman Brothers

PUBLICIDADE