Análise

Renan preso embaralharia impeachment; gestora adia corte de juros para outubro

A política está atrapalhando mercado hoje com vazamento de informação sobre pedido de prisão de Renan Calheiros por Janot, diz Rogério Braga, diretor da Quantitas Gestão de Recursos

Aprenda a investir na bolsa

(Bloomberg) – Política está atrapalhando mercado hoje com vazamento de informação sobre pedido de prisão de Renan Calheiros por Janot, diz Rogério Braga, diretor da Quantitas Gestão de Recursos. Veja outros comentários:

  • “Se efetivamente essa prisão do Renan ocorrer, embaralha o processo de votação de impeachment”
  • “Curva tinha cedido bem nos últimos dias com exterior após payroll e estava mais suscetível a alguma realização”
  • “IGP-DI também contribui, não é o principal fator”
  • “Ilan não deve dar uma percepção do que ele irá fazer. Não está na hora técnica de se manifestar e tende a ter respostas técnicas sobre política monetária”
  • “Mas como alguém que está assumindo em um país que entregou inflação de mais de 10,67% em 2015, ainda que seja lido como dovish, sabatina deve trazer um discurso hawkish, mesmo que eventualmente ele veja espaço para juros cair”
  • Quantitas postergou prazo para início do ciclo de queda da Selic de setembro para outubro
  • “Havia call de que inflação estava cedendo, mas o cenário pode fazer com que o BC adie o esperado plano de voo de reduzir a Selic, atrasando início do corte”
  • NOTA: IGP-DI sobe 1,13% m/m em maio e supera todas as estimativas
  • NOTA: Janot pede ao STF prisão de Renan, Sarney e Jucá: Globo
  • Esta matéria foi publicada em tempo realapara assinantes do serviço BloombergaProfessional.