Câmara dos Deputados

Relator dá parecer favorável contra Cunha no Conselho de Ética: “denúncia é admissível”

Fausto Pinato afirmou que deu parecer pela admissibilidade porque "todos os requisitos foram preenchidos" para dar seguimento ao processo

SÃO PAULO – O deputado e relator do caso de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Fausto Pinato (PRB-SP), protocolou no Conselho de Ética parecer prévio favorável à admissibilidade do processo contra o presidente da Câmara dos Deputados. 

O prazo de Pinato para entregar o parecer acabava nesta 5ª feira e, com o adiantamento, é possível que este comece a ser discutido já nesta terça-feira, quando pode haver reunião do Conselho.

Pinato afirmou que deu parecer pela admissibilidade porque “todos os requisitos foram preenchidos” para dar seguimento ao processo. “A denúncia é apta: há tipicidade, indícios suficientes, por exemplo, a própria denúncia do procurador-geral da República, documentos juntados, o próprio depoimento do [delator] Júlio Camargo, e a fala do próprio Eduardo Cunha na CPI da Petrobras”, afirmou o relator. 

PUBLICIDADE

“Há indícios mínimos de autoria. Estou convencido que preenche todos os requisitos para dar andamento”, ressaltou Pinato.

É hora ou não é de comprar ações da Petrobras? Veja essa análise especial antes de decidir:

 

Leia também:

Você investe pelo banco? Curso gratuito mostra como até dobrar o retorno de suas aplicações