Mais um

Relator da Lava Jato no STF homologa delação de Sérgio Machado

Como conta matéria do jornal Valor Econômico, das delações poderão resultar novos inquéritos abertos pela Procuradoria-Geral da República, uma vez autorizados pelo STF.

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ministro relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, homologou na noite da última terça-feira (24) acordo de delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que recentemente teve áudios de conversas com os senadores Romero Jucá e Renan Calheiros sobre as investigações vazados e divulgados pelo jornal Folha de S. Paulo. O apelo para que se estancasse a “sangria” da operação custou a Jucá o cargo de ministro do Planejamento no governo interino de Michel Temer, em menos de duas semanas no comando da pasta.

Como conta matéria do jornal Valor Econômico, das delações poderão resultar novos inquéritos abertos pela Procuradoria-Geral da República, uma vez autorizados pelo STF. Nos bastidores, as expectativas são de que o acordo atinja principalmente grandes nomes do PMDB. Há informações de que, além dos dois peemedebistas, também seja apresentado o áudio de uma conversa com o ex-presidente José Sarney.

Nesta quarta-feira, o jornal Folha de S. Paulo divulgou trechos de conversas do ex-presidente da Transpetro com Renan Calheiros. Nos áudios, o presidente do Senado sugere uma mudança na lei que trata da delação premiada, de forma a impedir que um preso se torne delator.

Aprenda a investir na bolsa