Combate aos preços

Redução da TEC do Mercosul ajuda a combater inflação, afirma Bolsonaro

O chefe do Poder Executivo também afirmou que o aperto na oferta de trigo da Ucrânia pode afetar o preço dos alimentos no mundo todo

Por  Estadão Conteúdo -

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta sexta-feira (22), que a redução em 10% da Tarifa Externa Comum (TEC) aplicada em importações de fora do Mercosul, consenso anunciado nesta semana na cúpula do bloco, ajuda a combater a inflação.

Em um posto de combustíveis em Brasília, onde foi “fiscalizar” a mais recente queda de preços, Bolsonaro ainda minimizou sua ausência na cúpula do Mercosul que aconteceu nesta semana em Assunção, capital do Paraguai.

“O mais importante para o Brasil está aqui no momento. Foi uma questão de custo/benefício”, declarou. Ao longo da semana, o presidente se dedicou a articulações eleitorais e foi ao jogo de futebol do Flamengo em Brasília.

Sem dar detalhes, Bolsonaro também disse que o Uruguai “está louco para fechar negócio particular com a China”. Os dois países negociam um acordo comercial.

Ainda sobre inflação, o chefe do Executivo reiterou que o aperto na oferta de trigo da Ucrânia pode afetar o preço dos alimentos no mundo todo. “O Brasil é procurado pelo mundo todo, querem negócios conosco”, declarou.

Compartilhe