Radar

Radar: Petrobras é o principal destaque no noticiário corporativo

Petrolífera anunciou descoberta de petróleo no pré-sal e teve envolvidos absolvidos de "insider information" pela CVM

SÃO PAULO – No radar desta quarta-feira (22) os investidores aguardam por referências em todo o mundo. Por aqui, será divulgado ainda pela manhã o IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) de agosto. Já nos EUA, o foco está na ata da última reunião do Fomc, prevista para às 15h00 (horário de Brasília).

Na Europa, investidores aguardam a reunião entre o primeiro-ministro da Grécia, Antonis de Samaras e o chefe do Eurogrupo, Jean-Claude Jucker, que deve acontecer ao final desta quarta-feira. Por fim, na Ásia, as atenções se voltam para a forte queda nos preços do minério de ferro, que encontram-se nas suas mínimas em dois anos, evidenciando os sinais de desaceleração daquele país.

Petrobras é o foco das atenções
No front corporativo, a Petrobras (PETR3;PETR4) aparece como a principal referência. Na noite anterior, a estatal informou a descoberta de petróleo de boa qualidade no quarto poço perfurado na área de cessão onerosa, no pré-sal da Bacia de Santos. O novo poço, denominado 3-BRSA-1053-RJS e informalmente conhecido como Franco SW, está em uma profundidade de 2.024 metros.

PUBLICIDADE

Também na véspera, a Petrobras desistiu de comprar um terreno no centro do Rio de Janeiro que serviria para a ampliação da sua atual sede, por contenção de custos. A compra seria uma das maiores transações do mercado imobiliário do Rio, já que o terreno estava à venda por R$ 336 milhões.

CVM absolve acusados em compra da Suzano pela Petrobras
A Petro também entrou em evidência no campo jurídico. A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) decidiu na última terça-feira absolver todos os 20 acusados de utilizar informação privilegiada na negociação da compra da Suzano Petroquímica pela Petrobras. O colegiado da Comissão, incluindo a relatora do caso e diretora da CVM, Luciana Dias, absolveu os acusados por falta de prova. 

Dilma estuda pacote para portos e aeroportos
A presidente Dilma Rousseff está trabalhando para fechar o pacote de infraestrutura direcionado a portos e aeroportos, a exemplo do pacote lançado na última semana voltado a rodovias e ferrovias, afirmou na véspera a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti.