Justiça

“Quem tiver que pagar vai pagar”, diz Janot sobre corrupção; veja vídeo

"Se eu tiver que ser investigado, eu me investigo", brincou o procurador Geral da República a manifestantes que faziam vigília

Ex-procurador-Geral da República, Rodrigo Janot (Crédito: Agência Brasil)

SÃO PAULO – Às vésperas de apresentar os nomes de políticos que devem ser investigados pelo envolvimento na Operação Lava Jato da Polícia Federal, o procurador Geral da República, Rodrigo Janot disse que não poupará ninguém. “Se eu tiver que ser investigado, eu me investigo”, brincou o procurador. 

Janot ainda conversou com um grupo que fazia vigília de apoio às investigações do escândalo de corrupção da Petrobras (PETR3; PETR4). Ele se deixou filmar com os manifestantes e segurou um cartaz que dizia: “Janot, você é a esperança do Brasil”. Em vídeo gravado no momento, ele disse que “quem tiver que pagar vai pagar”. 

O procurador deve entregar nesta terça o nome dos políticos que poderão ser posteriormente julgados no Supremo Tribunal Federal. Segundo informações do Congresso em Foco, ele pedirá a abertura de investigação contra pelo menos 35 políticos. 

PUBLICIDADE

Veja o vídeo em que o procurador Geral da República fala com os manifestantes: