Rebateu

“Quem pede renúncia sabe que não há base para me tirar”, diz Dilma

Em pronunciamento no Palácio do Planalto, Dilma sisse que não feriu a Constituição e que não está resignada com a situação atual

SÃO PAULO – Em meio aos eventos recentes da Operação Lava Jato como a entrega pela Andrade Gutierrez de documentos que supostamente mostram doações ilegais à sua campanha de 2014, a presidente Dilma Rousseff disse que não irá renunciar. “Quem pede renúncia reconhece que não há base para me tirar”, disse ela. 

Segundo a presidente, ninguém tem direito de pedir a renúncia de um presidente da República. “Se desrespeitam a presidente, desrespeitarão um cidadão”, afirma, dizendo ainda que o que cria a crise política é uma onda de boatos e informações e que isso prejudica a economia. “Eu não feri a Constituição”, avaliou, deixando claro ainda que não está resignada com a situação atual: “tenho cara de quem está resignada?”

Dilma ainda comentou o pedido de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Ministério Público de São Paulo. “O pedido de prisão do presidente Lula passou de todos os limites. É um ato de injustiça”, disse. Ela não quis discutir se Lula seria ministro ou não, mas disse: “O presidente Lula daria, com certeza, uma enorme contribuição.”

PUBLICIDADE

A presidente fez um pronunciamento no Palácio do Planalto. 

Especiais InfoMoney:

Como o “trader da Gerdau” ganhou meio milhão de reais na Bovespa em 2 meses 

InfoMoney faz nova atualização na Carteira Recomendada de março; confira

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa