Quase 50% dos brasileiros acreditam que a mãe é a pessoa mais inspiradora

Entre os famosos, os mais inspiradores são o ex-presidente Lula, Sílvio Santos, Ivete Sangalo e Ronaldo Fenômeno

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Para os brasileiros, as pessoas que mais inspiram transformações e evoluções são as ligadas à família e ao convívio social mais próximo, sendo que a figura da mãe é a inspiração para a maioria (46%).

Em segundo lugar, o pai é a inspiração para 33% dos brasileiros entrevistados para a pesquisa de respostas múltiplas “Quem inspira as pessoas para o Ano Novo?”, realizada pela Giacometti Comunicação, e divulgada nesta terça-feira (20). “A figura dos pais desponta como a admiração mais próxima e acessível, bastante associada à gratidão, à medida que são, na visão das pessoas, os grandes responsáveis pela sua constituição pessoal”, explica o presidente da Giacometti Comunicação e coordenador do estudo, Dennis Giacometti.

Na terceira posição, aparecem empatados com 10%, os amigos e os irmãos, como fontes de inspiração para 2012.

Aprenda a investir na bolsa

Segundo a pesquisa, as respostas direcionadas às pessoas mais próximas demonstram a importância da família como fonte de inspiração. Como prova dessa influência, a pesquisa revela que, para 73% dos brasileiros, a família é a instituição que mais contribuiu para a sua formação pessoal, para 11%, ela influenciou na escolha da religião.

Famosos e admiráveis
Entre os famosos mais admirados pelos brasileiros, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve 19% das citações, sendo que 20% eram da classe C.

Atrás do ex-presidente, aparecem o apresentador Sílvio Santos, com 10% da preferência, a cantora Ivete Sangalo e o ex-jogador de futebol Ronaldo Fenômeno, ambos com 6%.

Ídolos
Em respostas espontâneas, Jesus Cristo é o ídolo para 10% dos brasileiros. Em seguida, novamente aparece o ex-presidente Lula, com 7%.

Nas posições seguintes, aparecem Chico Xavier (5%), Ronaldo Fenômeno (5%), pais (4%) e Ayrton Senna (4%).

As razões que levaram os brasileiros a escolherem essas pessoas como ídolos foram talento (37%), humildade (20%), exemplo de vida (12%), fé (12%), persistência e garra (11%) e solidariedade (9%).

PUBLICIDADE

Páginas marcantes
Entre os livros que mais marcaram os brasileiros, o mais lembrado foi a Bíblia Sagrada, indicada por 8% dos entrevistados. Em seguida, com 2% das indicações, aparecem Ninguém é de Ninguém, O Pequeno Príncipe e o Nosso Lar.

Os livros citados foram lembrados, principalmente, pelo impacto no plano espiritual (18%), estímulo ao hábito de ler (17%) e contribuição no sentido da vida (15%).