Desprestígio

Putin e Dilma despencam em pesquisa e líderes mais novos ganham apoio

O levantamento sinalizou que líderes da Índia, do México e da Indonésia são bem vistos no ambiente internacional.

SÃO PAULO – Três dos mais novos líderes dos mercados emergentes estão recebendo um forte apoio dos analistas e dos investidores, ao passo que a popularidade de dois dos que estão no poder há mais tempo despencaram na Bloomberg Global Poll.

No total, 56% dos participantes da pesquisa mais recente se mostraram otimistas em relação às políticas do primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, mais de cinco vezes a quantidade de pessimistas. Os consultados também apoiaram as políticas do presidente mexicano Enrique Peña Nieto e do presidente indonésio Joko Widodo em uma proporção de quase dois para um, de acordo com a pesquisa trimestral realizada com 510 assinantes da Bloomberg.

A quantidade de insatisfeitos com as políticas do presidente russo Vladimir Putin aumentou para 87%, a pior avaliação desde que a Bloomberg começou a fazer as pesquisas, em 2009. Por outro lado, 61% dos participantes têm uma perspectiva pessimista em relação às políticas da presidente brasileira Dilma Rousseff.

PUBLICIDADE

A pesquisa foi realizada nos dias 11 e 12 de novembro pela Selzer, empresa com sede em Des Moines, Iowa. A margem de erro é de mais ou menos 4,3 pontos porcentuais.