PT visa 2010 e veta aliança com PSDB de Aécio Neves em Belo Horizonte

Presidente Lula entende que manobra provocará mais danos ao PSB, partido que herdaria a candidatura

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Executiva Nacional do PT decidiu vetar a aliança entre o partido e o PSDB para a disputa da prefeitura de Belo Horizonte, prejudicando planos do governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB). A decisão visa projeto da legenda para 2010.

O acordo, que vinha sendo costurado pelo atual prefeito da cidade, Fernando Pimentel, e Aécio Neves, consistiria no apoio dos dois partidos à candidatura de um terceiro – no caso, o PSB com Márcio Lacerda. A aproximação entre tucanos e petistas no Estado é uma das apostas de Neves, postulante à candidatura para a presidência da República em 2010.

Disputa interna

Rumores dão conta de que o governador de Minas Gerais teria sido sondado por parte do PMDB para ser o nome do partido na corrida presidencial. A ação teria sido prejudicada pelo apoio deste partido à reeleição de Gilberto Kassab para a prefeitura de São Paulo, com o endosso do governador José Serra, rival de Aécio pela indicação tucana.

Aprenda a investir na bolsa

Segundo a Folha de S.Paulo, o presidente Lula teria criticado duramente a posição da direção do PT, pois entende que a tentativa de atingir ao político da oposição (Aécio Neves) foi mais prejudicial ao partido aliado, PSB.