Diz Folha

PT vê Lula condenado até 2018, mas aposta em liminar do STF para disputar eleições

Uma das armas com que o partido conta hoje é o bom desempenho de seu representante nas pesquisas para a próxima corrida presidencial

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Algumas das principais lideranças do PT não acreditariam mais na possibilidade de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegar às eleições de 2018 sem condenação colegiada que o torne, em tese, inelegível pela Lei da Ficha Limpa. Mas este pode não ser o fim das esperanças do partido.

Conforme conta a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, a cúpula petista acredita que Lula será sentenciado por Sergio Moro em até quatro meses e a decisão será confirmada pelo Tribunal Regional Federal em cerca de 120 dias, mas já há quem estude um cenário em que o Supremo Tribunal Federal ou o Superior Tribunal de Justiça conceda liminar para o ex-presidente.

A brecha é dada pela própria Lei da Ficha Limpa, cujo artigo 26 prevê que tribunais superiores podem suspender a inelegibilidade por liminar se considerarem o recurso do réu plausível. Uma das armas com que o partido conta hoje é o bom desempenho de seu representante nas pesquisas para a corrida presidencial de 2018. Lula lidera em todos os cenários possíveis. Pela tese petista, isso pode funcionar como instrumento de pressão a favor de Lula no processo jurídico.

Aprenda a investir na bolsa

No mesmo sentido, petistas ainda acreditam na possibilidade de Antônio Palocci não fazer delação premiada ou que ao menos poupe o partido.