Eleições

PT quer que candidatos de esquerda defendam indulto para Lula disputar eleições em 2022

As informações são da jornalista Monica Bergamo, colunista do jornal Folha de S.Paulo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O PT pretende propor aos candidatos de centro-esquerda que defendam, na campanha eleitoral, a concessão de um indulto ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba desde 7 de abril após condenado a 12 anos e 1 mês de reclusão na segunda instância pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. As informações são da jornalista Monica Bergamo, colunista do jornal Folha de S.Paulo.

Segundo a jornalista, este deve ser um dos pontos centrais do discurso de campanha petista caso tenha um candidato próprio. A ideia seria tirar Lula da cadeia para que ele possa disputar as eleições de 2022. Até o momento, o único que prometeu o perdão judicial ao ex-presidente foi Guilherme Boulos, pré-candidato pelo PSOL.

Conforme aponta o último levantamento Datafolha, realizado entre os dias 11 e 13 de abril, Lula lidera a disputa presidencial. O líder petista tem entre 30% e 31% das intenções de voto nos cenários em que sua candidatura é considerada. Apesar disso, as chances de o petista participar da disputa são cada vez menores, em função do enquadramento na Lei da Ficha Limpa.

Aprenda a investir na bolsa

Quer saber mais sobre o cenário político e como se aproveitar dele? Clique aqui e assine o Mapa Político