Eleições 2018

PT não trabalha com hipótese de Haddad assumir candidatura de Lula, diz Gleisi

Presidente nacional do PT diz que Lula só não vencerá a eleição se for impedido de disputar

SÃO PAULO – O PT não considera qualquer hipótese à candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na corrida presidencial de outubro deste ano, afirmou a presidente nacional do partido, senadora Gleisi Hoffmann (PR), nesta segunda-feira (13). Em entrevista coletiva a veículos estrangeiros na sede da sigla, a parlamentar disse que o partido não trabalha com a hipótese de o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad substituir Lula na presidência.

Leia também: Lula ou Haddad: quem será o candidato do PT nas pesquisas?

Durante a conversa com jornalistas, Gleisi disse que o registro da candidatura do ex-presidente será acompanhado de um “grande ato popular”, promovido por movimentos sociais. Lula está preso há quatro meses, condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, após ter seus recursos esgotados na segunda instância.

PUBLICIDADE

“Não estamos trabalhando com a hipótese de ele (Haddad) assumir a candidatura de Lula”, disse a presidente nacional do partido. O ex-prefeito paulistano será registrado como vice na chapa de Lula e, enquanto o partido briga pelo direito de seu líder se candidatar, será responsável por percorrer o país para divulgar as propostas da campanha, ao lado de Manuela D’Ávila (PCdoB).

Há um acordo para que a deputada comunista assuma a vice na chapa ao longo do processo, tanto em uma chapa encabeçada por Lula como se houver eventual substituição do titular. Para Gleisi, contudo, Lula só não vencerá a eleição se for impedido de disputar. “Você não tem eleições livres e democráticas se proibir o principal candidato de disputar”, afirmou.

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear