Política

PT entrará com representação no TSE contra programa político do PSDB

Presidente do PT, Rui Falcão afirmou que o comercial é um "jogo de mentiras e falsidades" de um partido que, "quando governo, escondeu a própria corrupção debaixo do tapete"

SÃO PAULO – O presidente do PT, Rui Falcão, anunciou nesta quarta-feira (20) que o partido irá representar no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contra o programa do PSDB exibido na noite de ontem. Em nota, o petista afirmou que o comercial é um “jogo de mentiras e falsidades” de um partido que, “quando governo, escondeu a própria corrupção debaixo do tapete”. 

Ele também cita a aparição do senador Aécio Neves (PSDB-MG) no vídeo “com indignação postiça e pureza inconvincente” e, sobre o “ressurgimento” do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Segundo Falcão, “após deixar comprarem a sua reeleição, posa agora de campeão da moralidade.”

Com exatos 10 minutos de duração, o programa começa com a imagem de várias panelas, em referência aos “panelaços” vistos em vários pontos do Brasil durante a transmissão dos discursos de Dilma Rousseff na TV, e traz a mensagem “ser oposição não é dizer não a tudo; ser oposição é lutar para defender um país”. Declarações feitas por Dilma durante a campanha, como a promessa de que não haveria cortes nos direitos dos trabalhadores, desemprego e a inflação estaria sob controle são desmentidas pelo apresentador do programa tucano. O caso de corrupção na estatal é um dos temas mais explorados no vídeo.

PUBLICIDADE

 Confira a nota de Rui Falcão na íntegra:

“PSDB, teu passado te condena!

Eis a melhor resposta ao jogo de mentiras e falsidades veiculado ontem à noite no programa de um partido que, quando governo, escondeu a própria corrupção debaixo do tapete.

O PSDB usa o programa para ocultar seus inúmeros malfeitos e ilicitudes. Não bastassem os escândalos do mensalão mineiro, do bilionário cartel do trensalão do governo de São Paulo, da denunciada propina de R$ 10 milhões para um ex-presidente do partido, os tucanos tentam desviar a atenção de sua mazela mais recente: a do governador que, acusado de receber propina, massacra os professores e aterroriza a população.

De memória curta e alentado prontuário, o candidato derrotado, cuja gestão em Minas Gerais devastou o Estado, invade o vídeo com indignação postiça e pureza inconvincente.

Pior que tudo é o ressurgimento daquele que, após deixar comprarem a sua reeleição, posa agora de campeão da moralidade. Triste papel a que foi relegado!

PUBLICIDADE

O PT não vai deixar que eles transformem a calúnia em verdade. Nem vai permitir que eles tentem nos cobrir com a lama de sua própria hipocrisia.

De imediato, estamos representando no TSE contra o programa. E vamos continuar combatendo a campanha suja, odiosa e reacionária dos tucanos e seus sequazes.