Reuniões nesta semana

PT denunciará caçada de “setores conservadores” a Lula para “inviabilizar sua candidatura”

O motivo foi a deflagração da Operação Zelotes na última segunda-feira, com a Polícia Federal realizando ação de busca e apreensão da Polícia Federal na empresa do filho do ex-presidente, Luís Cláudio

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O PT mudará seu foco inicial sobre mudanças na política econômica e posição do partido em relação a Eduardo Cunha e, em reunião da Executiva Nacional e do diretório nacional nesta semana, irá denunciar o que considera “uma caçada” ao ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o Estadão, a ideia é vincular as notícias negativas sobre Lula a uma tentativa da oposição e de “setores conservadores” da sociedade de inviabilizar sua candidatura à presidência em 2018.

O motivo foi a deflagração da Operação Zelotes na última segunda-feira, com a Polícia Federal realizando ação de busca e apreensão da Polícia Federal na empresa do filho do ex-presidente, Luís Cláudio. Assim, a defesa de Lula, do PT e do projeto político deve acabar ofuscando outras polêmicas. 

O partido elabora um documento que será um espécie de desagravo em relação a Lula. De acordo com dirigentes do PT, trata-se de de mais uma “tentativa de criminalização” do partido. O documento servirá de base para uma resolução partidária que vai condenar supostos excessos do Ministério Público e da própria Polícia Federal. 

PUBLICIDADE

“Isso é o medo de Lula voltar em 2018. Tudo o que acontece com o presidente Lula vira manchete. Não tem nenhuma acusação contra ele. Tem tanta gente acusada que fica perambulando pelo país”, afirmou o líder do governo na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE).

Dilma completa 1 ano de mandato: como foi o desempenho de Bolsa dólar e mais 36 ativos? Deixe o email abaixo e confira: