AO VIVO Do Zero Ao Gain: André Moraes fala sobre teoria de Dow, conceito de tendência e médias móveis

Do Zero Ao Gain: André Moraes fala sobre teoria de Dow, conceito de tendência e médias móveis

PSOL entra com nova representação contra Renan Calheiros

Partido também ingressa com pedido de investigação de denúncia contra o senador Eduardo Azeredo, do PSDB

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O PSOL entrou nesta quinta-feira (18) com mais duas representações no Conselho de Ética do Senado. Uma contra o presidente licenciado da Casa, Renan Calheiros, e outra contra o senador Eduardo Azeredo.

Contra Renan, o partido requer a investigação da denúncia feita pelo jornal O Estado de São Paulo de que o senador teria utilizado emendas do orçamento para repassar recursos para obras não-executadas, que seriam feitas por uma empresa fantasma.

Esta será a quarta representação que o partido comandado por Heloísa Helena ingressa contra o parlamentar e a sexta que Renan irá enfrentar no Conselho de Ética neste ano.

Outra representação

PUBLICIDADE

Já em relação à representação contra Eduardo Azeredo, o PSOL quer que seja investigado o suposto esquema de arrecadação de dinheiro para a campanha à reeleição ao governo de Minas Gerais, em 1998, do atual senador do PSDB.

O esquema envolveria um caixa dois que teria como arrecadador o empresário Marcos Valério, também envolvido no caso do mensalão do PT, que está sob investigação do Supremo Tribunal Federal.

Arquivamento

No entanto, a presidente do PSOL acredita que o pedido deve ser arquivado pela Mesa Diretora da Casa com o argumento de que a denúncia é anterior ao exercício do mandato.

O presidente do Conselho de Ética, Leomar Quintanilha, também tem a mesma opinião que Heloísa Helena. Para ele, caso a representação chegue ao Conselho, o relator a ser designado deverá sugerir o arquivamento por considerar que o fato aconteceu antes da eleição de Azeredo para o Senado.