Eleição

PSDB sinaliza aliança com Marina em possível segundo turno

A hipótese já é levantada pelo PSDB caso não passe para o segundo turno; Marina e Dilma aparecem empatadas no primeiro turno, segundo última pesquisa Datafolha

SÃO PAULO – O coordenador geral da campanha presidencial de Aécio Neves (PSDB), senador Agripino Maia, sinalizou nesta segunda-feira (1) aliança com Marina Silva, candidata do PSB, em possível segundo turno na eleição presidencial, informou o Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado.

A hipótese já é levantada pelo PSDB caso não passe para o segundo turno. “O sentimento que nos move – PSDB, DEM e Solidariedade – é garantir a ida de Aécio para segundo turno. Se não for possível, avalizar a transição para o segundo turno. Ou seja, com uma aliança com Marina Silva, por exemplo”, disse ao Broadcast.

Na última pesquisa eleitoral Datafolha, revelada na última sexta-feira (29), o candidato tucano aparece em terceiro colocado, atrás de Marina e da presidente Dilma Rousseff (PT), que estão empatadas. Em um possível segundo turno, Marina Silva seria eleita presidente com 50% dos votos, contra 40% de Dilma Rousseff, uma ampla vantagem de 10 pontos percentuais. 

PUBLICIDADE