Manifestações

PSDB oficializa apoio ao protesto do dia 15, mas Aécio diz que não irá participar

"Nossos companheiros estarão nas ruas do Brasil, mas eu optei por não ir para não dar força a esse discurso de que estamos vivendo um terceiro turno", disse Aécio

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Como já era esperado, o PSDB oficializou nesta quarta-feira (11) seu apoio total às manifestações que irão ocorrer em todo o Brasil no próximo domingo (15) em oposição à presidente Dilma Rousseff (PT). Além disso, o partido irá mobilizar seus dirigentes e militantes para participarem dos atos em diversas capitais.

Porém, o senador e ex-candidato à presidência, Aécio Neves, informou que não irá participar. “Nossos companheiros estarão nas ruas do Brasil, mas eu optei por não ir para não dar força a esse discurso de que estamos vivendo um terceiro turno”, disse Aécio, segundo o jornal O Estado de S. Paulo.

Aécio ainda comentou sobre o apoio da sigla ao impeachment da presidente Dilma, um dos principais pontos que serão destacados nas manifestações do fim de semana. Segundo ele, a palavra não pode ser vetada: “não proibimos a palavra impeachment, mas essa não é nossa agenda neste momento”.

PUBLICIDADE

O senador ainda ironizou a manifestação em defesa da presidente que deve ocorrer na sexta-feira, liderada por entidades como CUT, UNE e MST. “É algo muito arriscado o governo convocar aliados para protestar. Quando Collor fez isso, assistimos àquele resultado”, completou Aécio.