Reação da Oposição

PSDB: “ministro está à beira de um ataque de nervos e cumpriu tarefa como militante do PT”

Oposição reagiu às falas de sexta-feira do ministro da Justiça José Eduardo Cardozo

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Os partidos da oposição reagiram na última sexta-feira (17) às falas do ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, que afirmou que o atraso nos repasses aos bancos públicos feitos pelo Tesouro acontecem desde 2001, no governo de Fernando Henrique Cardoso. Além disso, Cardozo chamou de lamentável a oposição usar essa justificativa para estudar o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Em nota, o PSDB afirmou que o ministro da Justiça está à beira de um ataque de nervos e destacou que as denúncias foram feitas pelo TCU (Tribunal de Contas da União) e não pela oposição.

O TCU entende que o governo Dilma cometeu irregularidades ao usar recursos de bancos públicos para inflar artificialmente os resultados e melhorar as contas da União.

PUBLICIDADE

“À beira de um ataque de nervos, o ministro da Justiça convocou mais uma vez a imprensa para cumprir suas tarefas como militante do PT. As graves e reiteradas denúncias que vêm sendo feitas ao seu governo não partem da oposição, e sim do Tribunal de Contas da União e de órgãos públicos de fiscalização que cumprem o importante papel de lembrar ao Palácio do Planalto e ao PT que o Estado brasileiro pertence aos brasileiros e é regido por leis que a presidente Dilma e seus ministros precisam respeitar”, afirmou o PSDB em nota.