Propaganda eleitoral influencia na decisão do eleitor, diz pesquisadora

Segundo professora da USP propaganda é canal de informação para eleitores e fonte de informação para militantes

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O horário eleitoral no rádio e na TV influencia na decisão dos eleitores, de acordo com o grau de politização de cada um. A avaliação é da professora do Departamento de Ciências Políticas da USP (Universidade de São Paulo), Elizabeth Balbachevsky.

“Ele cria um canal de informação simples e de fácil acesso com o eleitorado que tem relação mais periférica com a política. Esse eleitor ganha noções para poder decidir”, afirmou, segundo a Agência Brasil. “Para o eleitor militante, dá munição para que ele converse, discuta e passe à frente o programa do seu candidato”, completou.

Início da propaganda

A propaganda eleitoral para as eleições municipais teve início nesta terça-feira (19), com duração de 30 minutos. No rádio, será veiculada das 07h às 07h30 e das 12h às 12h30. Já na TV, ela será veiculada das 13h às 13h30 e das 20h30 às 21h. A campanha termina no dia 02 de outubro, antes da realização do primeiro turno.

Aprenda a investir na bolsa

Os candidatos a prefeito terão as segundas, quartas e sextas-feiras, enquanto os candidatos a vereador ocupam os horários das terças e quintas-feiras. Haverá também inserções dos candidatos a prefeito de 15, 30 ou 60 segundos, a serem veiculados durante a programação das emissoras.