Lula condenado

Processo de Lula será julgado na 2ª instância antes da eleição de 2018, diz presidente do TRF4

Carlos Eduardo Thompson disse que não haverá mais rapidez na decisão, mas que a previsão segue o curso natural do processo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em entrevista à Rádio BandNews FM, o desembargador Carlos Eduardo Thompson, presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, afirmou que o processo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será julgado em segunda instância antes da eleição de 2018.  Provavelmente, até agosto do ano que vem. 

Thompson disse que não haverá mais rapidez na decisão, mas que a previsão segue o curso natural do processo. “Posso afirmar com quase absoluta certeza que antes da eleição esse processo já estará pautado e julgado no tribunal”, afirmou o desembargador. O político, no entanto, só se torna inelegível se a condenação vier antes do registro da candidatura. 

O desembargador destacou ainda que a defesa do ex-presidente Lula e o Ministério Público Federal poderão inicialmente ingressar com um recurso ao próprio juiz Sergio Moro, chamado de embargo de declaração. Apenas depois dele é que são impetradas as apelações de sentença ao TRF4. 

Aprenda a investir na bolsa