Primeiro-ministro japonês, Yasuo Fukuda, renuncia ao cargo

Fukuda, que assumiu o cargo em setembro do ano passado, afirmou que sua saída era o melhor para o Japão

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O primeiro-ministro japonês, Yasuo Fukuda, anunciou nesta segunda-feira (01) a sua renúncia ao cargo, afirmando que essa atitude seria o melhor para o Japão.

Fukuda assumiu o governo em setembro do ano passado, mas teve dificuldades para implementar novas políticas, que em sua maioria eram barradas pela oposição.

Baixa popularidade

Em abril deste ano, a popularidade do governo caiu abaixo de 30% e não voltou a se recuperar. A queda aconteceu devido à política de impostos sobre a gasolina, que aumentou o preço do produto.

Aprenda a investir na bolsa

Mesmo com a reforma de gabinete promovida por Fukuda em julho deste ano, com o objetivo de aumentar a sua popularidade, não teve grande influência sobre a opinião dos japoneses.

Segundo pesquisa do Asahi Shimbun, a aprovação ao governo de Fukuda ficou em 24% em agosto, o mesmo percentual registrado em julho.