Perspectivas

Previdência na Câmara, Brexit e IPCA: tudo o que você precisa acompanhar nesta semana no mercado

Tudo que o investidor precisa saber antes de operar nesta semana

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Se é comum ouvir as pessoas brincarem de que o ano só começa depois do Carnaval, é bom o investidor se preparar para fortes emoções esta semana. De um lado, a agenda de indicadores segue mais tranquila, sem tantos dados, mas ao mesmo tempo alguns eventos prometem agitar os mercados tanto no Brasil quanto no exterior.

A política deve voltar ao centro das atenções com a grande expectativa de instalação das comissões na Câmara dos Deputados, em especial a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), que será a primeira a debater a reforma da Previdência.

Ainda não foram definidos os integrantes destas comissões e o projeto da reforma só começará a andar quando houver esta decisão. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse na última sexta-feira que pretende instalar a CCJ na quarta-feira (13).

Aprenda a investir na bolsa

Após passar por este debate, a Previdência passará por uma comissão especial, para depois seguir uma votação em dois turnos no plenário da Casa. Só após este tramite que a proposta poderá chegará ao Senado.

Entre os indicadores, atenção especial para os indicadores de atividade e para o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) de fevereiro, que sai na terça-feira (12). Para a equipe da GO Associados, os resultados de atividade devem apresentar taxas de crescimento moderadas e reforçar a visão de uma retomada gradual da atividade econômica.

Para o IPCA de fevereiro, a estimativa da GO Associados é de uma taxa mensal de 0,36%, um resultado ligeiramente acima da taxa registrada no mesmo mês do ano anterior, puxado pelos preços dos alimentos, que subiram 0,94% no IPC-S de fevereiro.

A semana também marca a volta da temporada de resultados corporativos do quarto trimestre do ano passado. Braskem (BRKM5), Embraer (EMBR3) e mais 33 empresas vão divulgar os seus números – veja as datas clicando aqui. 

Agenda externa
No exterior, as atenções se voltam para o Reino Unido e uma rodada decisiva de votações do Brexit. Nos próximos dias, os parlamentares definirão novamente se aceitam o acordo feito entre a primeira-ministra Theresa May e a União Europeia.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos

PUBLICIDADE

Caso eles rejeitem, haverão rodadas sobre a possibilidade de uma saída sem acordo e uma extensão do prazo do Brexit, marcado para 29 de março (entenda os detalhes clicando aqui).

Entre os indicadores, o destaque será a taxa de inflação de fevereiro nos EUA a ser publicado na terça-feira (12). Num contexto no qual o mercado já esta precificando o fim do ciclo de subida da taxa de juros do Federal Reserve, um dado abaixo do esperado poderia alimentar expectativas de um corte dos juros já neste ano.

Clique aqui e confira a agenda completa de indicadores e resultados.