AO VIVO Renda extra imobiliária: Como montar uma carteira vencedora de FIIs; assista

Renda extra imobiliária: Como montar uma carteira vencedora de FIIs; assista

Pressionado por super taxa, Kevin Rudd deixa o cargo de premier na Austrália

Às vésperas de eleição para o parlamento, trabalhistas escolhem Julia Gillard como nova líder e primeira ministra

SÃO PAULO – Em meio a intensas disputas com o setor de mineração e à queda em sua popularidade, Kevin Rudd deixou o cargo de primeiro ministro da Austrália nesta quinta-feira (24), abrindo espaço para Julia Gillard assumir a liderança do governo, tornando-se a nova primeira ministra do país.

Rudd travara intensa batalha para impor ao setor de mineração, conhecido pela presença de importantes empresas como BHP Billiton e Rio Tinto, taxas sobre o lucro de até 40%, substituindo o atual sistema de royalties pagos aos governos regionais, atualmente em vigor.

Entretanto, o longo debate desgastou a imagem do até então popular político, que chefiava o governo australiano por ser líder do partido Trabalhista, detentor de maioria no parlamento do país. Rudd já perdera parte de seu apoio popular ao renunciar a promessas de campanha sobre o meio ambiente. O governo deve convocar novas eleições gerais no próximo ano.