Vai pedir para sair?

Pressionado pelo PT, Cardozo fala a aliados que quer sair do governo, segundo Folha

Teria pesado sobre sua decisão as pressões de petistas para que ele deixe o cargo justamente porque a Lava Jato avanço sobre diversos nomes do partido

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Pressionado pelo PT e um dos poucos remanescentes do primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff, o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo teria confidenciado seu desejo de deixar o governo Dilma, segundo reportagem da Folha de S. Paulo. Cardozo está no cargo há quatro anos e meio. 

A reportagem destaca que o ministro já dava sinais de esgotamento desde o fim do ano passado, mas ficou no cargo devido à turbulência da Operação Lava Jato. 

Porém, teria pesado sobre sua decisão as pressões de petistas para que ele deixe o cargo justamente porque a Lava Jato avanço sobre diversos nomes do partido.

Aprenda a investir na bolsa

Aos mais próximos, Cardozo tem dito estar de “saco cheio” e afirmou que ministro tem “prazo de validade”. Ao jornal, Cardozo disse que “permanece no cargo durante o tempo em que a presidente avaliar que devo permanecer”.