Política

Presidentes da Firjan e da Fiesp apoiam união pela governabilidade

Em nota conjunta divulgada hoje, eles dizem que “o momento é de responsabilidade, diálogo e ação para preservar a estabilidade institucional do Brasil”

arrow_forwardMais sobre

Os presidentes da Federação das Indústrias do Rio (Firjan), Eduardo Gouvêa Vieira, e da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, manifestaram apoio à proposta de união pela governabilidade, apresentada pelo vice-presidente da República, Michel Temer.

Em nota conjunta divulgada hoje (6), eles dizem que “o momento é de responsabilidade, diálogo e ação para preservar a estabilidade institucional do Brasil”. Segundo Vieira e Skaf, o Brasil enfrenta a mais aguda crise econômica e política dos últimos 20 anos.

Ele dizem que o país “não pode se permitir irresponsabilidades fiscais, tributárias ou administrativas, e deve agir para manter o grau de investimento tão duramente conquistado, sob pena de colocar em risco a sobrevivência de milhares e milhares de empresas e milhões de empregos”.

PUBLICIDADE

De acordo com os dois presidentes, o interesse do Brasil deve ficar acima de ambições partidárias ou pessoais dos representantes eleitos pelo povo. Destacam também que o governo deve fazer a sua parte, “cortando suas próprias despesas; priorizando o investimento produtivo; deixando de sacrificar a sociedade com aumentos de impostos”.

Skaf e Vieira consideram fundamental que sejam apoiadas todas as iniciativas de combate à corrupção e punidos “exemplarmente” os culpados.