Presidente Lula confirma mais dois cargos em sua reforma ministerial

Executivo do Santander assume Desenvolvimento; deputado Reinhold Stephanes (PMDB-PR) fica com Ministério da Agricultura

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Nesta sexta-feira (23) em Brasília, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou mais dois ministros para o seu segundo mandato.

No Desenvolvimento, a novidade é o jornalista e executivo Miguel Jorge. Ele irá substituir o empresário Luiz Fernando Furlan. Para assumir o ministério, Jorge deixará o cargo de vice-presidente de assuntos corporativos e recursos humanos do Santander, que ocupa atualmente.

Já o novo ministro da Agricultura é o deputado Reinhold Stephanes (PMDB-PR). A pasta é uma das que mais demoraram a receber a nomeação. O deputado Odílio Balbinotti (PMDB-PR), então o único cotado para assumir o cargo, abriu mão do ministério depois da informação de que ele é investigado por falsidade ideológica pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Quem são os novos ministros?

Aprenda a investir na bolsa

Miguel Jorge é um ex-sindicalista. No final da década de 90, o novo ministro era vice-presidente de assuntos corporativos da Autolatina – joint venture que uniu as montadoras Ford e Volkswagen. Foi responsável pelo comando de várias disputas salariais com os metalúrgicos de São Paulo, berço da indústria automobilística no Brasil.

Já Stephanes tem no seu histórico o cargo de ministro da Previdência de Fernando Collor de Mello e de Fernando Henrique Cardoso. A nomeação do deputado para o cargo não agradou a muitos especialistas. Para eles, Stephanes não tem preparo técnico para assumir o Ministério da Agricultura.