Banho de água fria

Presidente interino do Senado avisa Renan e líderes que irá suspender votação da PEC do teto

De acordo com um dos líderes ouvidos pelo jornal O Globo, Jorge Viana estaria muito angustiado, não gostaria de prejudicar o Brasil, mas avisou que não havia como votar essa pauta

SÃO PAULO – Apesar das sinalizações de que adotaria posição mais cautelosa na presidência interina do Senado Federal, Jorge Viana (PT-AC) teria avisado líderes e o presidente afastado da casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), na noite da última segunda-feira, que iria suspender toda a pauta de votações dos projetos de interesse do governo. As informações são do jornal O Globo, em referência a reunião realizada na casa do peemedebista, alvo de decisão liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello.

A decisão ocorre em meio às pressões da bancada petista para que o futuro presidente interino do Senado retire da pauta da casa a votação da PEC 55 — conhecida como “PEC do teto”, que estabelece um limite para o crescimento das despesas públicas –, considerada um dos pilares da agenda econômica do governo de Michel Temer.

De acordo com um dos líderes ouvidos pela reportagem, Viana estaria muito angustiado, não gostaria de prejudicar o Brasil, mas avisou que não havia como votar essa pauta. O governo esperava finalizar a aprovação do texto na próxima terça-feira, e teme que o calendário seja alterado com a mudança no comando da casa legislativa.