Demitido

Presidente dos Correios anuncia pelo Twitter que deixa o cargo hoje

Jair Bolsonaro já avisara na semana passada que o general Juarez Cunha seria demitido por "se comportar como um sindicalista"

SÃO PAULO – O general Juarez Aparecido de Paula Cunha, anunciou pelo Twitter que sai nesta quarta-feira (19) da presidência dos Correios. Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que iria demitir Juarez do cargo por ele ter “se comportado como um sindicalista”. 

O motivo da discórdia entre os dois foi Cunha tirar foto com parlamentares de esquerda e dizer que os Correios não seriam privatizados. A privatização do serviço é uma das bandeiras encampadas pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Na segunda-feira (17), apesar do anúncio feito pelo presidente da República, Juarez Cunha foi trabalhar normalmente e avisou que só sairia definitivamente dos Correios quando sua demissão fosse formalizada. 

PUBLICIDADE

De acordo com o Estado de S. Paulo, além do tuíte, o general também escreveu uma carta para os funcionários hoje, na qual se despediu adaptando o bordão de campanha de Bolsonaro: “Brasil acima de tudo! Correios no coração de todos!”.  

 

Receba com exclusividade todas as edições do Barômetro do Poder e fique por dentro do que os maiores especialistas da política estão esperando para o futuro do país. É grátis!